Com estas dicas, vender mais em um marketplace será muito mais fácil em sua empresa!

Blog Aut Curadoria (orcoma) - Contabilidade na Bahia - BA | Grupo Orcoma

Compartilhe nas redes!

Marketplaces são grandes lojas virtuais que permitem que diferentes empresas vendam seus produtos, tornando-se parceiros nessas vendas.

O mercado de e-commerce há anos vem se destacando como um dos mais rentáveis no Brasil e no mundo. Os brasileiros estão em terceiro lugar no ranking mundial de compras pela Internet e são os primeiros na América Latina. Cerca de 80 milhões de brasileiros compram habitualmente em lojas online.

E alguns sites concentram esses acessos como as Americanas, Amazon, Submarino, Mercado Livre, Walmart, etc. São grandes lojas, conhecidas como Marketplaces, que oferecem de tudo e, justamente por isso, recebem muitas visitas por mês e fazem também muitas vendas.

É uma visibilidade que um pequeno empresário pode considerar impossível de alcançar, mas a boa notícia é que ele não precisa fazer isso sozinho. Por meio do Marketplace é possível utilizar a estrutura dessas grandes empresas para vender seus produtos e au

mentar o faturamento do seu negócio.

O que é marketplace?

Marketplaces são grandes lojas virtuais que permitem que diferentes lojas vendam seus produtos, tornando-se parceiros nessas vendas. O marketplace oferece toda a estrutura da plataforma e também a influência de sua marca consolidada. E do outro lado o lojista garante a oferta de produtos diferenciados.

Consultoria Empresarial - Contabilidade na Bahia - BA | Grupo Orcoma

Em geral a plataforma cobra um percentual sobre o valor da venda, mas com a grande visibilidade do marketplace o pequeno empreendedor pode ter os custos com marketing reduzidos.

Existem marketplace de produtos novos e usados, também de serviços, que vendem tanto para o consumidor final, pessoa física, como para outras empresas no atacado.

O objetivo dessa parceria é que seja vantajosa para os dois lados, mas obviamente existem também algumas dificuldades. Vamos falar agora, então, sobre as vantagens e desvantagens de escolher vender em marketplace.

Vantagens e desvantagens de vender em um marketplace

Vantagens

• Visibilidade: certamente essa é a maior vantagem em se tornar parceiro de um marketplace. Quanto maior for o número de acessos da plataforma, maior solidez terá esse público e menor será o investimento necessário para divulgar o seu negócio. A confiança do cliente é depositada na imagem do marketplace e transmitida aos parceiros, facilitando assim as vendas.

• Custos e retornos: Como a plataforma possui muitos parceiros o custo de publicidade pode ser diluído e minimizado. Você precisa fazer um acordo sobre esses custos com o marketplace, afinal ele oferece a vitrine para que você exponha os produtos e receba o tráfego necessário para as vendas. Quando você coloca na ponta do lápis os investimentos com marketing, tecnologia e mídia nesse modelo de negócio, a margem de lucro se torna mais alta.

• Aumento nas vendas: As grandes plataformas de marketplace possuem audiência alta, o que significa que são ampliadas as chances de vender para novos clientes todos os dias. Isso seria difícil de acontecer em uma loja virtual própria sem que houvesse um grande investimento em marketing.

• SEO: A grande variedade de produtos e de acessos e o investimento em marketing realizado por essas plataformas aumenta a autoridade no SEO. E, por estar vinculado a elas, o seu site também é melhor ranqueado indiretamente, aumentando também suas vendas diretas.

Desvantagens

• Dependência: Certamente a maior desvantagem é a dependência gerada. Se o marketplace decidir encerrar as suas atividades todos os parceiros envolvidos perdem seu canal de vendas. E, se esse for o seu único canal de vendas pode significar um grande problema. Outro fator que se encaixa do problema da dependência é estar sujeito às taxas e comissões que a plataforma definir, o que pode ficar pesado.

• Reduzir a personalidade da marca: Mesmo com a identificação da marca no marketplace durante a compra, na mente do cliente a compra está sendo feita na marca principal e não na sua loja. Então fixar a sua marca para o consumidor para gerar uma recompra é mais difícil.

Como funciona uma parceria com marketplace?

O lojista interessado em formar parceria com um marketplace precisa fazer um cadastro na plataforma, informando alguns dados que serão analisados pela plataforma.

Em geral não é preciso pagar taxas ou mensalidades para começar, mas muito marketplaces exigem que os vendedores tenham o negócio regularizado, com CNPJ adequado à atividade e emitindo notas fiscais.

Após a aprovação do cadastro o vendedor pode configurar a loja dentro do marketplace, inserindo logomarca, informações das empresas e os produtos. Os produtos também passam por análise e aprovação e somente depois começam a ser vendidos.

A partir desse momento o vendedor precisa acompanhar todos os pedidos, empacotar, gerar e fixar a etiqueta com os dados com comprador, também a nota fiscal e fazer o envio.

Alguns canais possuem uma logística mais desenvolvida, como é o caso do Mercado Livre, que oferece facilidades para esse processo de envio.

5 dicas para iniciar a venda através de um marketplace

1. Escalabilidade

A primeira coisa a pensar é se o aumento de vendas gerado pela parceria com o marketplace poderá ser absorvido pela sua empresa. Um erro muito comum é depois atrasar as entregas por falta de logística e capacidade de produção.

2. Pesquise as plataformas

É fundamental conhecer muito bem as regras e condições da plataforma com a qual você formará a parceria. Além disso, é preciso analisar se o melhor é escolher uma plataforma que promove diferentes segmentos de produtos ou uma que seja de um nicho específico. Vale a pena pesquisar bastante para encontrar a melhor oportunidade.

3. Integre seu e-commerce com o Marketplace

Se o seu negócio já possui uma plataforma de e-commerce pode ser possível integrar os produtos e informações já cadastradas com o Marketplace. Essa integração pode simplificar a gestão das vendas e do estoque de produtos.

4. Equilibre seus pontos de venda

Apostar todas as fichas em apenas um canal de venda pode não ser interessante. O ideal é manter um ponto de venda próprio, trabalhando seu próprio marketing, e entrar gradualmente no marketplace.

5. Cuide do atendimento

A qualidade, agilidade e eficiência do atendimento são os principais fatores para a satisfação do cliente, e hoje a opinião dos consumidores pode ser vista por todo mundo e conta muitos pontos.

Então, é fundamental garantir que o atendimento da sua loja supere as expectativas e que, mesmo que haja algum problema, que a solução seja encontrada rapidamente.

Pronto, agora é com você!

Como você pode ver o mercado de Marketplace oferece muitas oportunidades para quem deseja ganhar dinheiro na Internet e pode ser um excelente negócio para você elevar as vendas da sua empresa e faturar muito mais.

Fonte: Administradores.com

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Orcoma Contabilidade Inteligente.

Prestamos serviços que atendem à legislação e que previnem riscos de insolvência de negócios, objetivando crescimento e fortalecimento de sua imagem como uma organização confiável.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado
Conheça os 5 Axiomas da Comunicação de Paul Watzlavick Um…
Cresta Posts Box by CP